Iraque declara o "fim do estado de mentira do Daesh"

Susana Lúcio 29 de junho de 2017

O governo iraquiano declarou o fim do auto-proclamado Estado Islâmico no Iraque depois de capturar a Grande Mesquira al-Nari em Mossul. A cidade está devastada pela guerra


Sete dias depois da destruição parcial da Grande Mesquita al-Nuri, em Mossul, onde há três anos o líder do Daesh discursou e declarou o califado, o exército iraquiano tomou o templo medieval das mãos dos últimos guerrilheiros extremistas que ainda resistem na cidade.

Horas depois, o primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi anunciava mesmo o fim do grupo radical islâmico no país. "O regresso da Mesquita al-Nuri e do minarete al-Hadba ao seio da nação marca o fim do estado de mentira do Daesh", disse em comunicado.

Desde 2014, que a bandeira negra do Daesh esvoaçava no topo do minarete de al-Hadba. Mas os combates ainda não terminaram.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais