EUA

"Foi um acto de pura maldade" diz Trump sobre tiroteio

'Foi um acto de pura maldade' diz Trump sobre tiroteio
Diogo Barreto 02 de outubro de 2017

O Presidente dos EUA proferiu o seu primeiro discurso sobre um atentado com armas de fogo. Morreram pelo menos 50 pessoas esta segunda, em Las Vegas.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, fez o primeiro discurso da sua presidência após um tiroteio em massa. O ataque em Las Vegas foi o mais mortífero da história recente dos EUA, relacionado com armas de fogo.

Durante este primeiro discurso, Trump adoptou um tom solene contrastante com aquele que costuma utilizar, endereçando-se à nação que o elegeu em Novembro de 2016, meses depois do tiroteio da discoteca Pulse, em Orlando, ter batido todos os recordes anteriores, com 49 mortos e dezenas de feridos. 

"Hoje reunimo-nos cheios de tristeza, choque e pesar", declarou Trump logo no início do seu discurso, apelidando o acto levado a cabo por Stephen Paddock como um acto de "pura maldade".
 
Sobre os familiares das vítimas, Trump estendeu a sua simpatia, afirmando que tanto ele como a sua mulher, a Primeira-Dama, Melania Trump, estavam a rezar por si, bem como todos os americanos espalhados pelo país fora. "Estamos a rezar por vocês e estamos aqui para vocês. Pedimos que Deus vos ajude a ultrapassar este momento", afirmou o presidente norte-americano, acrescentando ainda: "É impossível imaginar a vossa perda".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais