Adesão da Suécia e Finlândia à NATO nas mãos da Turquia

Márcia Sobral 13 de maio

Os pedidos de adesão de novos estados membro têm de ser aprovados pelos trinta países que fazem parte da organização internacional.

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Suécia, Ann Linde, pediu esta sexta-feira, que os países da NATO lhes dessem garantias de segurança caso decidam avançar com o pedido de admissão à organização internacional.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais