TAP planeia corte de 1.700 trabalhadores e 30 aviões

TAP planeia corte de 1.700 trabalhadores e 30 aviões
SÁBADO 20 de maio de 2020

Redimensionamento da companhia áerea portuguesa deverá levar a uma perda de 25% da sua frota e 10% do seu pessoal. Contratos a termo não estão a ser renovados e TAP está a negociar reformas antecipadas com 200 trabalhadores.

A TAP pode perder 10% do pessoa – cerca de 1.700 trabalhadores - e ver a sua frota de aviões reduzida em 25% - menos oito aviões de longo curso e 23 de médio curso. Este são os primeiros números de um redimensionamento da companhia aérea, segundo a Rádio Renascença, que indica que a redução de pessoal começou no momento em que administração da companhia aérea informou os trabalhadores de que os contratos a termo não seriam renovados.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais