Rússia mergulha na crise

18 de dezembro de 2014

O rublo caiu a pique nos últimos dias mas Putin diz que a economia está a recuperar

A Rússia está à beira de um crise que pode atingir proporções tão graves como as verificadas em 1998. Vladimir Putin tentou pôr hoje, durante a conferência anual, água na fervura, dizendo que o banco central está a tomar as medidas necessárias para travar a queda. O presidente russo atribui a factores externos esta crise.

As sanções económicas impostas pelo Ocidente por causa do conflito na Ucrânia aliadas à queda do preço do barril de petróleo levaram o rublo a cair 106% face ao dólar, desde o início do ano. Estima-se que o preço do barril venha a cair ainda mais, agravando a desconfiança dos investidores em relação à Rússia. Tudo isto motivou uma forte fuga de capitais. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais