Os bastidores da mudança de Jesus do Benfica para o Sporting

09 de junho de 2015

"Querem-me daqui para fora. Agora, mesmo que me paguem o dobro já não fico". Encerrou assim as conversas com o Benfica e foi para o Sporting

Jorge Jesus sentiu que Luís Filipe Vieira estava a empurrá-lo para fora do clube. O presidente do Benfica tentou convencer o treinador que o melhor, para ele e para a família, seria uma aventura no estrangeiro. 

Diz-lhe que há clubes franceses e italianos interessados e que já reservaou um jacto particular para que no dia seguinte os dois se juntem ao empresário Jorge Mendes em Paris, onde negociarão com vários emblemas.

O dinheiro que está em cima da mesa é muito – seis a oito milhões –, mas Jesus resiste. O que Mendes tem para oferecer em termos desportivos é pouco para as suas ambições.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais