Bruno de Carvalho sobre o dérbi: "Foi um espectáculo deprimente"

Alexandra Pedro 14 de dezembro de 2016

O presidente do Sporting Clube de Portugal criticou a arbitragem do dérbi, Luís Filipe Vieira, a Liga e até a polícia

Bruno de Carvalho ainda está "danado" com "o espectáculo deprimente" que foi o dérbi lisboeta. Em entrevosta à CMTV, o presidente do Sporting Clube de Portugal falou sobre a posição dos "leões" no campeonato, o presidente do Sport Lisboa e Benfica, o caso vouchers e ainda sobre o jogo do passado domingo .  

"O Sporting devia ter ganho. O vídeo-árbitro já devia estar feito e andamos a brincar aos testes. Para mim o resultado certo seria a vitória do Sporting. Aceito que matematicamente perdemos três pontos para o nosso rival. Estamos a cinco mas Maio está longe", afirmou Bruno de Carvalho. 


No entanto, ainda sobre o jogo de domingo, o dirigente "leonino" condenou ainda as cartolinas atiradas para o banco do Sporting. "Como é que foi possível a Liga - e aqui responsabilizo directamente a Liga - ter aprovado novamente uma coreografia que já no jogo anterior tinha sido uma vergonha? O banco estava incrédulo. Cuspiram, mandaram-nos moedas, mandaram-nos papéis. E os polícias que lá estavam a verem. Os stewards nem contam", frisou. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação