Onde está a porta de saída para a crise do coronavírus?

Onde está a porta de saída para a crise do coronavírus?
Mariana Branco 12 de abril de 2020

A pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 100 mil pessoas em todo o mundo, trouxe severas limitações ao quotidiano das pessoas – que, sem opção, se ajustam à nova realidade. Mas qual é a estratégia mundial para sair da crise?

Isolamento social, proibições e restrições têm feito parte do dia de milhões de pessoas nos últimos meses. A pandemia do novo coronavírus, que já matou mais de 100 mil pessoas em todo o mundo, trouxe severas limitações ao quotidiano das pessoas – que, sem opção, se ajustam à nova realidade. Mas qual é a estratégia mundial para sair da crise? Há uma porta de saída?

"É este o caso que os conselheiros dos governos e os investigadores estão a analisar, a questão da estratégia de saída", explica à New Sciencist o epidemiologista da Universidade de Edimburgo, Mark Woolhouse. No ar continuam a pairar as dúvidas sobre as diferentes estratégias de cada país, sobre o tempo que vão demorar a ser apresentadas e sobre se irão resultar.

Além destas questões, a falta de coordenação a nível internacional poderá trazer problemas: a quarentena, que muitas nações estão a adotar, é apenas uma estratégia a curto prazo para reduzir o número de contágios de covid-19 e para tentar achatar a curva. É também uma tentativa de prevenir que os hospitais fiquem assoberbados – evitando, desta forma, um aumento de mortes em ambiente hospitalar.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais