Reportagem: Moledo, uma nortada de luxo

19 de agosto de 2016

Nuno Melo ganhava concursos de tiro aos pratos, Antonio Vitorino d'Almeida tinha a chave da igreja para poder tocar órgão. Bem vindos à praia de Moledo

Quando queria tocar órgão, o maestro Vitorino d'Almeida costumava pedir emprestada a chave da igreja de Moledo do Minho. É ali que faz férias desde miúdo porque o avô fora destacado para as finanças de Caminha, onde ficou a viver depois de pedir a reforma.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais