UGT vai manter "pressão" sobre o Governo mas em "paz social"

CM 09 de outubro de 2017

Carlos Silva disse que não abdica de manter pressão sobre a matéria salarial e o salaário mínimo.

Por Correio da Manhã

O secretário-geral da UGT disse esta segunda-feira que vai "manter pressão" sobre o Governo para o Orçamento do Estado do próximo ano, mas sublinhou que a central sindical é pelo diálogo e pela paz social.

As declarações do líder da UGT, Carlos Silva, foram feitas à saída de uma reunião com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no âmbito das audiências aos parceiros sociais sobre o Orçamento do Estado para 2018, que começaram na sexta-feira e terminaram esta segunda-feira.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login