Suazilândia compara amostras de sangue para encontrar português desaparecido

CM 04 de maio de 2017

Almor Simões Oliveira não é visto desde o domingo de Páscoa.

Por Correio da Manhã

As autoridades da Suazilândia vão comparar amostras de sangue de dois suspeitos do rapto de um português com vestígios encontrados no carro do desaparecido, anunciou fonte judicial.

O objetivo é "apoiar a investigação policial", referiu Macebo Nxumalo, procurador, citado hoje pelo jornal Times of Swaziland.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login