Reforma fiscal de Trump pode cortar investimento direto no resto do Mundo

CM 05 de fevereiro de 2018

Quase metade de todo o investimento global é nos EUA ou detido por multinacionais norte-americanas.

Por Correio da Manhã

Uma agência das Nações Unidas alertou esta segunda-feira que a reforma fiscal do Presidente Donald Trump poderá levar as multinacionais a repatriarem quase dois biliões de dólares para os Estados Unidos, cortando o investimento estrangeiro no resto do mundo.

A Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento considera que a reforma impulsionada pelo Presidente dos EUA inclui uma regularização fiscal única sobre receitas acumuladas no estrangeiro que pode levar a que os fundos das multinacionais possam regressar aos Estados Unidos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui