"Todos os judeus têm de morrer", diz suspeito de ataque a sinagoga

CM 28 de outubro de 2018

Atirador mata enquanto grita palavras de ódio, na Pensilvânia, EUA.

Por Francisco J. Gonçalves - Correio da Manhã

Um homem armado invadiu este sábado uma sinagoga em Pittsburgh, Pensilvânia, com gritos: "Todos os judeus têm de morrer". Antes de ser detido, matou pelo menos 11 pessoas e feriu outras seis, de entre as quais quatro polícias.

O presidente Donald Trump lamentou a "situação devastadora" e disse que tudo poderia ter sido evitado se houvesse guardas armados na sinagoga.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui