PSP nega versão de homem que acusou agentes de agressões em Tavira

CM 07 de janeiro de 2019

Autoridades refutaram a versão de que os agentes agrediram sem motivo Rui Vidal.

Por Lusa - Correio da Manhã

O Comando Distrital de Faro da PSP negou esta segunda-feira a versão do homem que acusou agentes da esquadra de Tavira de o terem agredido e ao filho, em 14 de setembro, depois de um pedido de socorro ao 112.

A PSP refutou a versão de que os agentes agrediram sem motivo Rui Vidal, cuja queixa foi apresentada em 18 de dezembro no Ministério Público de Tavira contra um agente da esquadra da cidade, os colegas da Investigação Criminal de serviço nesse dia e o comando local da força de segurança, assim como contra o comando dos bombeiros municipais de Tavira por, alegadamente, ter ficado no chão sem sentidos ou assistência.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login