Prisão preventiva para duas mulheres por burla qualificada

CM 29 de abril de 2016

Acusadas de burla e branqueamento praticados sobre uma idosa de 90 anos.

Por Correio da Manhã

Duas mulheres, mãe e filha, ficaram em prisão preventiva por suspeitas de burla qualificada e branqueamento praticados sobre uma idosa de 90 anos, informou esta sexta-feira o Ministério Público.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), a vítima foi uma idosa com dificuldades de visão e com debilidades anímica e psíquicas e a decisão da prisão presentiva foi tomada pelo tribunal da comarca Oeste-Sintra.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login