Mulher que explodiu a casa vai ser julgada

CM 15 de dezembro de 2018

Ancha Martins, de 38 anos, vai responder pelos crimes de incêndio e dano qualificado em Portimão.

Por Ana Palma - Correio da Manhã

Ancha Martins, de 38 anos, vai mesmo ser julgada pelos crimes de incêndio e dano qualificado. A arguida foi esta sexta-feira pronunciada, no Tribunal de Portimão, mas optou por não estar presente: encontra-se atualmente em prisão preventiva na cadeia de Odemira e pediu para não comparecer.

Ancha está acusada de ter feito explodir, com gasolina, o apartamento onde vivia, no 7º andar de um prédio na avenida 25 de Abril, em Portimão, a 23 de maio passado. Isto depois de ter sido informada de que iria ser despejada da habitação que possuía e onde vivia, desde 2010, por ordem do banco.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login