Morgan Stanley deverá avançar com corte nos bónus e despedimento de gestores

Negócios 13 de janeiro de 2017

A Reuters noticia que o banco norte-americano Morgan Stanley poderá avançar com um corte nos bónus pagos aos gestores da área de investimento em cerca de 15% e despedir em torno de 20 directores-gerais após a quebra registada nas comissões em 2016.

Por Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login