Monte dei Paschi rejeita responsabilidades e garante que agiu "com toda a propriedade"

Negócios 19 de agosto de 2016

O banco italiano assegura que as operações que estão na origem das investigações a Fabrizio Viola e Alessandro Profumo foram levadas a cabo pela antiga administração e pelos ex-gestores.

Por Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login