Michel Temer arguido por suspeita de obstrução à Justiça e organização criminosa

CM 27 de setembro de 2017

Presidente do Brasil já passou por uma situação semelhante em 29 de junho.

Por Correio da Manhã

O Presidente brasileiro, Michel Temer, foi esta quarta-feira oficialmente constituido arguido numa denúncia em que é acusado da prática dos crimes de obstrução à Justiça e organização criminosa, pela Procuradoria-Geral da República (PGR), em setembro passado.

A notificação foi entregue pelo deputado Fernando Giacobo, secretário da Câmara dos deputados (câmara baixa parlamentar), que disse aos jornalistas que cumpriu essa tarefa "com tristeza, pelo momento que atravessa o Brasil, com todo um mar de corrupção".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login