Harvey Weinstein despedido devido a escândalo de assédio sexual

Lusa 09 de outubro de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 4 a 10 de março
As mais lidas

Harvey Weinstein, um dos produtores mais conhecidos e influentes de Hollywood, foi obrigado a abandonar no domingo a empresa de cinema independente que fundou

Harvey Weinstein, um dos produtores mais conhecidos e influentes de Hollywood, foi obrigado a abandonar no domingo a empresa de cinema independente que fundou devido a assédios sexuais que supostamente levou a cabo durante décadas.

O conselho de administração da Weinstein decidiu retirar o produtor da empresa, deixando o controlo do estúdio nas mãos do seu irmão, Bob Weinstein, e do director de operações David Glasser, de acordo com um comunicado divulgado no domingo.

"Face ao surgimento, nos últimos dias, de novas informações relativas à má conduta de Harvey Weinstein, os diretores da The Weinstein Company – Robert Weinstein, Lance Maerov, Richard Koenigsberg e Tarak Ben Ammar – decidiram rescindir com Harvey Weinstein", indicou a mesma nota, acrescentando que a decisão foi entretanto comunicada ao visado e produz efeitos imediatos.

Artigos Relacionados