Finanças dizem aos politécnicos que não vão receber reforço orçamental acordado

CM 06 de dezembro de 2017

Dívidas dos institutos, entre os seis e sete milhões de euros, estava a "paralisar as instituições", refere Nuno Mangas.

Por Correio da Manhã

O Ministério das Finanças disse na terça-feira aos politécnicos que não vai haver transferência de verbas relativas ao reforço orçamental que era devido às instituições, tendo estas decidido, por isso, reunir-se de emergência na quinta-feira.

"Ontem [terça-feira], ao final do dia, as Instituições Politécnicas foram confrontadas com um despacho do secretário de Estado do Orçamento, que não prevê a atribuição do reforço orçamental decorrente das medidas aprovadas pelo Governo para uma parte significativa das instituições politécnicas", lê-se num comunicado esta quarta-feira divulgado pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP).

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login