Eleições para livrar Dilma da destituição

CM 29 de abril de 2016

Presidente admite sair pelo próprio pé e convocar eleições.

Por Correio da Manhã

Consciente de que dificilmente sobreviverá à votação do ‘impeachment’ no Senado, a presidente brasileira Dilma Rousseff está a tentar negociar um acordo com vários partidos para salvar a face.

De acordo com a imprensa, Dilma está disposta a renunciar aos dois anos de mandato que lhe restam e convocar novas eleições presidenciais para outubro se o Senado votar pela sua absolvição.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login