Continental avisa: carros eléctricos vão custar empregos

Negócios 30 de dezembro de 2016

O CEO da empresa de componentes para automóveis admite que alguns empregos, "dado o seu baixo valor acrescentado (...), vão ser perdidos." Mas espera que seja possível, com antecedência, suavizar a transição e compensar com empregos ligados à produção de carros eléctricos.

Por Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login