Autores da deposição de resíduos perigosos em Gondomar pensaram levá-los para a Galiza

CM 16 de fevereiro de 2017

O caso remonta a 2001/2002 quando toneladas de resíduos industriais perigosos foram depositadas nas antigas minas de carvão de São Pedro da Cova.

Por Correio da Manhã

Os responsáveis pela deposição dos resíduos perigosos em São Pedro da Cova, Gondomar, equacionaram levá-los para a Galiza, em Espanha, mas os custos eram maiores, refere o Ministério Público (MP) numa acusação a que a Lusa teve hoje acesso.

A ideia de fazer a deposição dos pós de despoeiramento num aterro galego de resíduos industriais foi afastada porque o preço por tonelada era de 94,77 euros, perfazendo um total de 9,2 milhões de euros, valor considerado "demasiado elevado", salienta o MP.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login