Antivírus russo usado para espiar computadores e roubar segredos EUA

CM 12 de outubro de 2017

Programa tinha uma modificação que permitia procurar documentos com a legenda 'top secret'.

Por Correio da Manhã

As autoridades russas usaram o programa informático antivírus da empresa Kaspersky para piratear computadoras em todo o mundo e obter informação secreta dos EUA, escreve esta quarta-feira o The Wall Street Journal (WSJ).

Segundo fontes oficiais não identificadas conhecedoras do assunto, o programa tinha uma modificação que permitia procurar documentos com a legenda 'top secret' e que poderiam conter informação confidencial do executivo norte-americano.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login