Perdoa o noivo que lhe dá um tiro

CM 16 de julho de 2016

Disse à PJ que disparou sobre si própria acidentalmente.

Por Correio da Manhã

Com casamento marcado para agosto, uma mulher de 41 anos, que foi atingida gravemente a tiro pelo noivo, em Torres Novas, tentou iludir a Polícia Judiciária sobre a autoria do disparo para proteger o agressor. Disse que foi ela quem disparou sobre si própria acidentalmente. A versão não convenceu a PJ de Leiria que anunciou ontem a detenção do homem, motorista, de 39 anos.

Os dois tinham o casamento marcado para agosto, mas já residiam juntos e as discussões eram frequentes. A última cena de violência ocorreu na terça-–feira, na casa onde moravam e na presença do filho da vítima, um menor que assistiu a tudo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login