Operação Sem Rosto: Seis suspeitos dos No Name Boys em prisão preventiva

Correio da Manhã 26 de junho de 2020

Em causa crimes de violência contra adversários, nomeadamente adeptos do Sporting, e tentativa de homicídio.

Seis dos sete detidos da claque No Name Boys, no âmbito da Operação Sem Rosto, que decorreu esta quinta-feira, ficaram sujeitos à medida de coação de prisão preventiva, enquanto aguardam julgamento.

Sete pessoas, entre os 22 e os 33 anos de idade, foram detidas esta quinta-feira, na sequência de uma operação da PSP em vários locais da zona metropolitana de Lisboa, que recai sobre elementos da claque afeta ao Benfica 'No Name Boys'. A investigação foi denominada 'Operação Sem Rosto'.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP adiantou que na origem da operação está uma investigação a elementos da claque 'No Name Boys', apoiante do Benfica.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais