Andanças: donos de carros carbonizados avançam para tribunal

Andanças: donos de carros carbonizados avançam para tribunal
Leonor Riso 02 de fevereiro de 2017

Ministério Público arquivou inquérito ao incêndio no festival, a 3 de Agosto de 2016

Os proprietários de alguns dos 400 automóveis que arderam durante o festival Andanças, em Castelo de Vide. Pedro Proença, o advogado destes lesados, considerou ao Jornal de Notícias que "estão criadas as condições que eram necessárias para efectivar responsabilidades" aos responsáveis pela propagação do incêndio.

A acção judicial do advogado é contra a associação Pédexumbo, que organiza o festival, e a Câmara Municipal de Castelo de Vide, "para já". "Da parte destas entidades não há uma vontade firme e real de quererem resolver isto a bem. Só nos resta recorrer à via judicial", afirmou Pedro Proença ao JN.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais