Entrevista

Adolfo Luxúria Canibal: “Já fiz muita coisa na vida sem me preocupar com as consequências”

Adolfo Luxúria Canibal: “Já fiz muita coisa na vida sem me preocupar com as consequências”
Marco Alves 16 de maio
Biografia Nome:

Adolfo Luxúria Canibal

Cargo:

Músico

Nascimento:

61 anos

Adolfo Luxúria Canibal volta a entrar na política de Braga. Depois de ser mandatário da CDU, em 2017, é agora coordenador do programa do candidato do PS. Em comum, o ataque ao social-democrata Ricardo Rio.

Adolfo Luxúria Canibal acha que os dois mandatos de Ricardo Rio (PSD) à frente da Câmara de Braga levaram a cidade "à ruína e à irrelevância". Uma das razões, diz, foi a autarquia não ter tido políticas de habitação que mantivessem acessível o preço das casas, como no tempo de Mesquita Machado, o dinossauro autarca socialista. "As casas eram baratas no centro. Os preços agora estão extraordinariamente altos." Mas ao longo desta entrevista, o músico de 61 anos fala de coisas mais graves, como um alegado braço censório da autarquia espalhado pela cidade. Antes disso, o coordenador do programa eleitoral do PS tem uma questão a resolver... no PS.

O seu candidato, Hugo Pires, foi imposto pela direção nacional do PS, porque a distrital não o queria. Preferiam Artur Feio, o próprio presidente da distrital…
… sim, sim, há até aí um programa de humor de Braga [Junta de Boys] que, com muita graça, se refere aos dois PS de Braga como o PS 1 e o PS 2, pegando um bocadinho no caso dos postos de finanças, há o Braga 1 e o Braga 2.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)