ADN em saco atado à cabeça de triatleta trama Rosa Grilo

ADN em saco atado à cabeça de triatleta trama Rosa Grilo
SÁBADO 02 de fevereiro de 2019

Foram ainda encontrados vestígios de sangue na arma e na zona do saco onde foi dado o nó. A Polícia Judiciária continua a investigar a causa de morte de Luís Grilo.

Há ADN de Luís Grilo na arma apreendida em casa de António Joaquim, amante de Rosa. Há também resíduos de ADN de Rosa no saco e na corda usada para tapar a cabeça do triatleta.

Saiba mais em Correio da Manhã 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais