O mercado imobiliário não obedece
Bruno Faria Lopes Jornalista
17 de fevereiro de 2020

O mercado imobiliário não obedece

Preços das casas a subirem a dois dígitos em 2019, arrendamento pesado, recordes de 11 anos na concessão de crédito imobiliário. As notícias desta semana têm várias explicações possíveis, mas a mais forte, e menos sexy, tem um nome: política monetária

As notícias de que os preços de venda das casas fecharam o ano passado a subir 15,8% vieram acompanhadas da previsão já habitual de que este ano é que é: em 2020 finalmente os preços vão "estabilizar". O mercado imobiliário, contudo, continua a não querer obedecer – nem aqui, nem lá fora, o que sugere fatores comuns, e duradouros, para estas valorizações.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais