De volta tão cedo, Mr. Trump?
Cristiano Cabrita
22 de fevereiro

De volta tão cedo, Mr. Trump?

Mas, mais importante que toda esta disputa interna são os 75 milhões de eleitores que votaram em Trump. Um "detalhe" frequentemente esquecido. E votaram porquê?

Em jeito de disclaimer inicial permita-me, caro leitor da SÁBADO, afirmar que duvido muito que Trump se vá isolar da política norte-americana e também não acredito que o Partido Republicano (pelo menos grande parte) queira – e possa – prescindir do contributo do ex-Presidente nos próximos anos. O raciocínio não será dos mais populares, mas tem um fio condutor que me parece suficientemente plausível. 

A divisão interna existente no Partido Republicano fruto do contexto pós-impeachment apenas reforçou o status político de Donald Trump. Foi evidente que as críticas de Mitch McConnell não colheram consenso dentro do GOP e também foi revelador que os sete senadores republicanos que votaram com os democratas não saíram reforçados do processo. 

Não se entende alguns argumentos que defendem o suposto fim de Trump. Basta ter presente os objectivos que levaram à constituição do The Save America PAC para ter presente que o seu projecto político terá continuidade, resta saber em que termos, com que pessoas, com que objectivos políticos (as mid term de 2022  ou presidenciais de 2024) e com que Partido.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui