A Sicília não desiste da máfia

A Sicília não desiste da máfia
Marco Alves 12 de agosto de 2017

Uma agência de viagens começou a fazer um tour aos locais dos mafiosos – e a indignação voltou à terra dos Corleone e das 5.000 vítimas da Cosa Nostra

Mergulhe no mundo dramático da máfia siciliana neste tour especial. Conheça alguns dos locais ligados à história da máfia no lado ocidental da Sicília e fique a par de alguns acontecimentos de um ponto de vista, obviamente, ANTIMÁFIA."

Quem escreve assim, com tanto enfoque na palavra "antimáfia", são os responsáveis pela agência Easy Trapani. Esta mensagem, deixada há poucos dias no site da empresa, é uma reacção a alguma coisa. É preciso, portanto, voltar ao início desta história.

Primeiro, Trapani, o nome de uma cidade na costa oeste da Sicília. Há poucas semanas, a Easy Trapani começou a organizar aquilo a que chamou Máfia Tour (€60/dia inteiro), para corresponder a uma intensa procura – sobretudo dos turistas americanos que chegam à ilha – dos locais associados à máfia siciliana (a Cosa Nostra), em particular daqueles onde nos anos 70 foi gravada a épica trilogia O Padrinho.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais