Nunca mais é Sábado: Tudo o que pode fazer este fim de semana

Neste fim de semana de calor, damos-lhe conta do que se passa no País: há atividades em família, um festival de marionetas, música e muito teatro.

DR

De regresso a Lisboa, o FIMFA vira-se para o futuro: de 13 de maio a 5 de junho, apresenta criaturas animatrónicas, robôs que dançam e até realidade virtual. É o mundo na perspetiva dos bonecos. A abertura, a 13 e 14 maio, às 20h, é no São Luiz, com Work, uma oficina surrealista engendrada pelo coreógrafo italiano Claudio Stellato, onde a bricolage se transforma em arte. Depois o São Luiz receberá outros cinco espetáculos: Le Présent c’est l’Accident!, um musical do encenador francês Jean-Pierre Larroche, que combina motores mecânicos e talento humano, no dia 14; Quelque chose s’Attendrit, performance de ótica do francês Renaud Herbin, com uma marioneta de fios no espaço, nos dias 17 e 18; Simple Machines, onde Ugo Dehaes, criador belga de robôs-bailarinos, questiona a relação entre o homem e a máquina através do movimento, a 21; Earthbound, da italiana Marta Cuscunà, que junta uma atriz a criaturas animatrónicas, a 20 e 21; e Cardiophone, uma viagem pelo corpo humano, com recurso a tecnologia médica, da israelita Moran Duvshani, a 21 e 22. No Teatro D. Maria II, de 19 a 21 de maio, a companhia belga Karyatides apresenta Frankenstein, com dois atores-manipuladores, uma cantora lírica, um pianista e uma multidão de bonecos e objetos, enquanto a Malaposta acolhe duas propostas para toda a família: A Revolta dos Objetos - Uma Conferência Animada, do Teatro do Ferro, a 21 e 22, e As Amigas da Gaspar, a 3 e 4 de junho.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana