Guernica: o quadro que lutou contra o fascismo faz 80 anos

Pintado em Paris, Guernica passou décadas a viajar. Foi o próprio Picasso que proibiu o quadro inspirado no bombardeamento à cidade homónima, a 26 de Abril de 1937, de entrar em Espanha enquanto houvesse ditadura

Catarina Homem Marques 26 de abril de 2017

O aeroporto estava rodeado de membros da guarda civil espanhola, com medidas de segurança extraordinárias. Muitas pessoas esperavam no exterior do Museu do Prado, como quem aguardava pela chegada de uma celebridade. E ouviram-se aplausos quando se avistou o enorme rolo, que era afinal Guernica, o famoso quadro de Pablo Picasso, no dia em que chegou pela primeira vez a Espanha, o país do pintor, a 10 de Setembro de 1981, 44 anos depois de ter sido pintado em Paris.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana