Terminal de Alcântara recebe investimento de 44 milhões até 2021  

Jornal de Negócios 15 de julho de 2019

A Administração do Porto de Lisboa e o grupo Yilport assinaram acordo que prevê investimento de 122 milhões no terminal de contentores da Liscont, dos quais mais de 93 milhões em equipamento. O prazo da concessão é reduzido para o final de 2038.

A Administração do Porto de Lisboa (APL) e a Liscont, do grupo turco Yilport, assinaram esta segunda-feira um memorando de entendimento na sequência do consenso alcançado no processo de renegociação do contrato de concessão do terminal de contentores de Alcântara.

O acordo alcançado prevê um plano de investimento de 122 milhões de euros neste terminal, dos quais 93,5 milhões na aquisição e instalação de equipamentos. E reduz o prazo da concessão, que era de 2042, para 31 de dezembro de 2038.

Segundo foi anunciado, a grande fatia do investimento será realizada nos próximos dois anos (entre 2020 e 2021), período no qual serão aplicados 44,1 milhões de euros no terminal de contentores de Alcântara, "destacando-se a aquisição de dois novos pórticos de cais e seis novos pórticos de parque, para além de investimentos direcionados para a formação, segurança e certificação das operações", refere uma nota do Ministério do Mar.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais