O ateu que ganha 88 mil euros anuais a vender apps da Bíblia

06 de fevereiro de 2015

Existem duas versões: a escrita e a áudio, ambas para telemóvel. O responsável é o americano Trevor McKendrick que confessa sentir-se culpado

Tratam-se de duas aplicações, a primeira é uma versão escrita, gratuita, e a segunda é a versão áudio que custa cerca de nove euros na App Store. Foi esta segunda, chamada La Biblia Reina Valera, que catapultou o americano Trevor McKendrick para o sucesso; começou logo a render entre quarto e cinco mil euros por mês, avança o Business Insider. Esta seria mais uma história de um negócio de sucesso se o seu criador não se tivesse confessado ateu.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais