UE condena nova execução na Bielorrússia e pede abolição da pena de morte

CM 06 de maio de 2017

Oficialmente, 245 pessoas foram condenadas à morte no país, entre 1994 e 2014.

Por Correio da Manhã

A União Europeia condenou este sábado a execução na Bielorrússia de um homem condenado por violação e de homicídio, instando o país a abolir a pena de morte caso queira manter um espírito de colaboração com o bloco comunitário.

"Outra execução aconteceu na Bielorrússia. A União Europeia (UE) reafirma uma vez mais a sua oposição à pena capital em todas as circunstâncias", indicou um comunicado do gabinete da Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, a italiana Federica Mogherini, divulgado hoje.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login