Queda do héli do INEM teve "impacto sem probabilidade de sobrevivência"

CM 19 de dezembro de 2018

Relatório do GPIAAF confirma choque com torre de transmissão e relata ao pormenor como ocorreu o acidente.

Por Correio da Manhã - Correio da Manhã

O relatório do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) determinou que o impacto da queda do helicóptero do INEM em Valongo não tinha "probabilidade de sobrevivência". 

"A violência do impacto associada à posição invertida da aeronave no momento do choque com o solo, não deixaram espaço útil de sobrevivência para os ocupantes. Adicionalmente, as forças de desaceleração excederam largamente as tolerâncias humanas, sendo o acidente classificado como de impacto sem probabilidade de sobrevivência", pode ler-se no relatório.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login