Presidente do PSG investigado por alegado suborno a secretário-geral da FIFA

CM 12 de outubro de 2017

Nasser Al-Khelaifi suspeito de pagar luvas a Jerôme Valcke para obter direitos televisivos dos Mundiais.

Por Correio da Manhã

A procuradoria federal suíça anunciou esta quinta-feira a abertura de processos criminais a Nasser Al-Khelaifi, presidente do Paris Saint-Germain, por alegados subornos em matéria de direitos televisivos nos Mundiais de futebol de 2026 e 2030.

O gabinete do procurador-geral suíço informou que a investigação diz respeito a subornos oferecidos ao antigo secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Jerôme Valcke, no sentido de entregar os direitos ao grupo BeIN, propriedade de Al-Khelaifi.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login