Piercings e minissaias proibidos no hospital de Cascais

CM 23 de março de 2018

Novas regras impõem proibições e exigências no vestuário dos profissionais.

Por Correio da Manhã

Piercings e minissaias estão entre as proibições determinadas pelo novo ‘Regulamento interno de utilização e conservação do fardamento e cacifo’ do hospital de Cascais, que é uma parceria público-privada entregue ao grupo Lusíadas Saúde.

Destaca-se nas novas regras a exigência de uma maquilhagem discreta e o uso de rabo de cavalo se o comprimento do cabelo estiver abaixo dos ombros. O desodorizante não deve ter cheiro e o perfume quer-se leve, fresco e agradável para não incomodar os utentes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login