Paulo Nunes de Almeida: Greves "têm influência direta na atividade das empresas"

Negócios 06 de janeiro de 2019

O presidente da Associação Empresarial de Portugal defende que muitas das reivindicações do sector público são "pouco entendíveis pelos portugueses". Mas reconhece que o caso das carreiras profissionais é "urgente".

Por Miguel Fotografia - Jornal de Negócios

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui