Inspeção-Geral do Ambiente garante que "não andou a fechar os olhos" a incumprimentos

CM 15 de fevereiro de 2018

"Não encerramos empresas só porque nos apetece", advogou o inspetor-geral da IGAMAOT.

Por Correio da Manhã

A Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT) disse esta quinta-feira, no parlamento, que a empresa Celtejo tem "um histórico de incumprimento" das licenças e "um histórico de processos de contraordenação correspondentes".

"Não andamos a fechar os olhos aos incumprimentos da Celtejo", declarou o inspetor-geral da IGAMAOT, Nuno Banza, no âmbito de uma audição parlamentar na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, em conjunto com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), sobre a poluição no rio Tejo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui