Homem que cumpriu pena por crime que não cometeu exige 500 mil euros por "erro grosseiro"

CM 05 de fevereiro de 2019

Armindo Castro foi condenado e esteve preso dois anos e meio preso. Estudante alega "danos psicológicos gravíssimos".

Por Fátima Vilaça - Correio da Manhã

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui