FMI diz que redução da dívida grega deve ser incondicional

CM 23 de maio de 2016

O parlamento grego aprovou no domingo mais medidas de austeridade.

Por Correio da Manhã

O Fundo Monetário Internacional (FMI) defendeu esta segunda-feira que uma redução da dívida grega pelos credores institucionais deve ser "incondicional" e não estar necessariamente ligada à aplicação de reformas.

"A aplicação de medidas de redução da dívida deve ser finalizada até ao fim do período abrangido pelo programa (de assistência financeira). O alívio da dívida deve ter uma componente incondicional, o que é essencial para dar aos mercados um sinal forte e credível sobre o compromisso dos credores institucionais", afirma o FMI num documento sobre a dívida grega.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login