Espião português detido em flagrante

CM 23 de maio de 2016

Agente vendia segredos à Rússia.

Por Correio da Manhã

Um agente português do Serviço de Informações de Segurança (SIS) foi detido em Roma, Itália, por passar informações secretas a um agente do SVR (ex-KGB) em troca de dinheiro. Em causa estão crimes de espionagem, corrupção, branqueamento de capitais e violação do segredo de Estado.
A operação, que foi coordenada a partir de Lisboa, culminou com a detenção na passada sexta-feira deste agente do SIS, mas também com a detenção do agente russo.

Em comunicado, a Policia Judiciária (PJ) refere que a investigação começou na sequência de procedimentos de segurança efetuados pela direção do SIS, tendo o secretário-geral do Serviço de Informações da República Portuguesa (SIRP) participado factos ao Ministério Público que apontavam para a existência de suspeitas da prática de um crime de espionagem, por parte de um funcionário, a favor de um serviço de informações estrangeiro.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login