Estado já emitiu 2.600 cheques-cirurgia para outro hospital desde greve dos enfermeiros

Negócios 19 de dezembro de 2018

Mário Centeno revelou que mais de metade das 5.000 cirurgias canceladas devido à greve dos enfermeiros já foi alvo de 'cheques-cirurgia', que permite ao utente recorrer a um hospital não afectado pela paralisação.

Por Lusa - Jornal de Negócios

O ministro das Finanças disse hoje que mais de metade das 5.000 cirurgias canceladas devido à greve dos enfermeiros já foi alvo de 'cheques-cirurgia', que permite ao utente recorrer a um hospital não afectado pela paralisação.

De acordo com Mário Centeno, que falava hoje na comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social, na "saúde, onde têm havido greve nos enfermeiros foram adiadas perto de 5.000 cirurgias" e "esses mesmos hospitais processaram já 2.600 cheques-cirurgia".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login