Enfermeira acusada de envenenar e mutilar mulheres em clínica de estética

CM 28 de abril de 2018

Autoridades falam de suspeita como "Anjo da Morte", ligada a todos os casos das vítimas que perderam a vida.

Por Correio da Manhã

Uma clínica de cirurgias plásticas de luxo, na Rússia, está a ser investigada depois de três mulheres terem morrido em circunstâncias suspeitas e outras três se encontrarem hospitalizadas em estado grave por suspeitas de envenenamento ou de administração de drogas inapropriadas.

Esta semana, a esteticista Marina Kushkova, de 29 anos, morreu após ficar em coma na sequência de uma cirurgia estética que fez ao nariz. No início do mês, uma mulher canadiana de 41 anos morreu na capital russa após um implante mamário realizado na mesma clínica. Já a identidade da terceira vítima não foi revelada.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login