Dirigentes sérvios criticam absolvição do ex-chefe de guerra bósnio Naser Oric

CM 09 de outubro de 2017

Naser Oric, 50 anos, e o seu companheiro de armas, Sabahudin Muhic, 49 anos, foram declarados inocentes do assassínio de três prisioneiros sérvios.

Por Correio da Manhã

Os dirigentes sérvios criticaram esta segunda-feira a absolvição do chefe de guerra bósnio Naser Oric, julgado por crimes de guerra quando dirigia a defesa do enclave muçulmano de Srebrenica.

Naser Oric, 50 anos, e o seu companheiro de armas, Sabahudin Muhic, 49 anos, foram declarados inocentes do assassínio de três prisioneiros sérvios nos arredores de Srebrenica, no decurso da guerra civil na Bósnia-Herzegovina (1992-1995) que provocou cerca de 100 mil mortos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login