Cristas critica execução orçamental feita à conta do aumento de impostos

CM 24 de novembro de 2016

Dados demonstram que o défice desceu em outubro.

Por Correio da Manhã

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, disse esta quinta-feira que a execução orçamental deste ano tem sido feita à conta do aumento de impostos, respondendo assim aos resultados apresentados pelo Ministério das Finanças.

"Não ouvi [informação] porque estava aqui, mas a história da execução orçamental deste ano é exatamente essa: sempre feita à conta do aumento da arrecadação de impostos e isso é notório em todos os momentos", adiantou Assunção Cristas à margem da 1.ª Convenção Anual de Administração Pública "Reforma do Estado: principais estratégias e desafios", que decorreu na Escola Superior de Tecnologia e Gestão, em Leiria.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login